• LEH UFF

Padlets

Atualizado: 8 de mar.

O Novo Ensino Médio (NEM), cuja reforma via legislativa atravessou a elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), tem provocado muitas apreensões entre docentes, estudantes e famílias. As incertezas desta proposta educacional, com mudança na concepção curricular, pela retirada das especificidades de disciplinas que deram lugar a áreas de conhecimento - como o caso da História que passou a compor a área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (CHCSA) -, indicam a urgência em se debater os impactos educacionais do NEM e sua (in)viabilidade. Por outro lado, deve-se buscar maneiras de trabalhá-lo na sala de aula de modo a minimizar as lacunas e prejuízos do NEM, já sinalizados por professores, pesquisadores na área da Educação e associações profissionais. Pensar essas questões foi o desafio gerador da disciplina de Pesquisa e Práticas Educativas em História IV/UFF, no 2º semestre de 2021. Dentro das diretrizes da BNCC do NEM, foram elaboradas práticas para a aula de História/CHCSA mediadas pelo cinema e audiovisual, articuladas à reflexão teórica com ênfase nas narrativas, na interdisciplinaridade, na história pública. Divididos em grupos, foi utilizada a plataforma digital gratuita Padlet para criar o mural colaborativo, por meio do qual os caminhos de produção eram socializados. Seguem alguns desses Padlet como espelho-síntese da proposta que, enquanto uma revisão radical do NEM não ocorre, é um exercício que visa fortalecer o compromisso do ensino de História com a reflexão crítica, a autonomia, a solidariedade e a democracia.


 

Ensino audiovisual por meio de plataformas digitais:

A proposta consiste em um método de ensino através do uso das plataformas digitais Youtube e Tiktok. O objetivo é que os alunos exercitem seu senso criativo e crítico ao selecionar e produzir conteúdos didáticos, além de propiciar um maior interesse e absorção de conteúdo por parte dos alunos.

O uso desse tipo recurso e linguagem se faz oportuno em um momento onde a educação tradicional desperta cada vez menos o interesses dos alunos que nascem em um mundo cada vez mais conectado.



 

Racialidade - O povo negro para além da escravidão:

Uma das grandes urgências para o Brasil do século XXI é o debate sobre questões relacionadas à temática racial, tendo em vista todos os processos históricos que culminaram em uma subalternidade negra e um apagamento histórico de personalidades que protagonizaram conjunturas. Com isso, pretende-se com o presente projeto, realizar uma desconstrução dessa ideia de que o lugar do povo negro na história seria definido pela escravidão. Busca-se, através do audiovisual, do diálogo com os alunos e de atividades em grupo, em consonância com a BNCC, sugerir uma maneira rica de explorar essa temática no Novo Ensino Médio. Para isso, as possibilidades são grandes com o uso dos documentários "Homecoming - A Film By Beyoncé" e "Sankofa - A África Que Te Habita".



 

Proposta Aberta:

A ideia é que o tema seja escolhido pela turma, tendo como limitação um assunto abordado durante o ano letivo, tornando o trabalho uma forma de aprofundar o conhecimento sobre um determinado tema de interesse dos alunos. Pensando em formas diferentes de abordagens sobre os assuntos, fazendo uso das ferramentas que os recursos audiovisuais proporcionam, focando nas competências específicas da BNCC.



 

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ebook